Universidade do Minho  

 
 
  Autenticação/Login
 
home
Contactos
Mapa do Site
email
   
  imprimir
 
 

 Edições

 Bases de dados

Ciências Sociais, Conhecimento e Educação como Bens Públicos: Seminário Internacional no âmbito do MMM - Manifesto Internacional de Cientistas Sociais para um Mundo Melhor
Instituto de Educação, Universidade do Minho - Auditório Multimédia, entre sexta-feira, 21-11-2014 e sexta-feira, 21-11-2014
É hoje evidente que, sob o pretexto da crise financeira, o atual governo avança a passos largos para uma estratégia de fragmentação e mercantilização da educação e da ciência, num duplo sentido: por um lado, escolas, cursos, professores/as, investigadores/as e o próprio conhecimento são reduzidos a produtos transacionáveis e consumíveis, como quaisquer outros; por outro lado, a estratégia nacional para a educação e a ciência resume-se à produção e difusão de informação útil às empresas e a um projeto de Estado ao serviço dos grandes interesses capitalistas, no âmbito de um projeto mais vasto de transformação da sociedade portuguesa numa sociedade de mercado desregulado, tentando aplicar uma visão distorcida das regras de funcionamento da economia de mercado à sociedade, beneficiando os beneficiados e prejudicando todos os outros.
mais informações em 
  Ciências Sociais, Conhecimento e Educação como Bens Públicos: Seminário Internacional no âmbito do MMM - Manifesto Internacional de Cientistas Sociais para um Mundo Melhor  
 
1º Congresso Cabo-Verdiano de Educação Inclusiva: Desafiando os caminhos da educação inclusiva em Cabo Verde
Praia, Cabo Verde - Universidade de Cabo Verde (Campus de Palmarejo), entre quinta-feira, 04-12-2014 e sexta-feira, 05-12-2014
A educação de crianças e dos jovens com necessidades educativas especiais é hoje uma realidade incontornável no mundo e em Cabo Verde. Neste sentido, para uma educação eficaz há necessidade de uma análise aprofundada da realidade e a definição clara de políticas adequadas baseadas nos princípios da filosofia da inclusão, tal como sublinhado na Declaração de Salamanca. Assim, 'as crianças e os jovens com necessidades educativas especiais devem ter acesso às escolas regulares que a elas se deve adequar, através duma pedagogia centrada na criança, capaz de ir ao encontro destas necessidades' (UNESCO, 1994, p. 18). Este princípio alertou todas as sociedades para criarem condições de modo que todas as crianças e os jovens tenham as mesmas oportunidades de acesso, desenvolvimento académico, e consequentemente, uma futura inserção profissional que permita a participação plena na vida da sua comunidade.
mais informações em 
  1º Congresso Cabo-Verdiano de Educação Inclusiva: Desafiando os caminhos da educação inclusiva em Cabo Verde  
 



 Publicações recentes

 Notícias

 
  © 2014 Universidade do Minho  - Termos Legais  - actualizado por CIEd Símbolo de Acessibilidade na Web D.